Paróquia São José Operário

Diocese
Menu
Paróquia São José Operário
Paróquia São José Operário
Notícias da paróquia › 19/04/2022

Retiro da Divina Misericórdia já tem data marcada!

No domingo, dia 24, acontecerá na igreja São José Operário o Retiro da Divina Misericórdia que terá início a partir das 14h.
O retiro terá como pregadores o nosso pároco Pe. Ozeias Vieira e o pregador Mateus da Silva.

O retiro contará com transmissão nas Redes Sociais.

Jesus nos deixou muitos exemplos de infinita bondade para todos que encontrou em Seu caminho. Ele teve compaixão dos sofredores, operou milagres, que aconteceram por causa da miséria humana. Ele adotou uma medida certa no julgamento da mulher surpreendida em adultério: “Vai e não peques mais” (Jo 8,3-11).

Conheça a história de Santa Faustina

Santa Faustina nasceu no distrito de Turek, na região central da Polônia, em 25 de agosto de 1905. Terceira de dez filhos do casal Estanislau Kowalska e Mariana Babel, recebeu no batismo o nome de Helena Kowalska.

Desde muito jovem, sentiu o chamado de Deus para sua vida e, várias vezes, ouvia a voz do Senhor. Ela relata em seu diário que, aos sete anos de idade, “ouviu pela primeira vez a voz de Deus na alma, ou seja, o convite para uma vida mais perfeita”. Mesmo sem entender o que acontecia, ela seguiu a vida. Aos 18 anos, Santa Faustina fez um insistente pedido aos pais para que a deixassem entrar no convento, mas eles não permitiram.

Segundo a própria santa, após essa recusa, ela passou a viver as vaidades da vida, deixando de prestar atenção à voz da graça. Em nada do que vivia encontrava satisfação. Foi então que, num determinado dia, na companhia de uma das irmãs, Santa Faustina estava num baile.

“Enquanto todos se divertiam a valer, a minha alma sentia tormentos interiores. No momento em que comecei a dançar, de repente, vi Jesus ao meu lado, Jesus sofredor, despojado de suas vestes, todo coberto de chagas, que me disse estas palavras: Até quando hei de ter paciência contigo e até quando tu Me desiludirás?” (Diário, 9)

Depois de ouvir estas palavras, a jovem Faustina discretamente retirou-se para tentar entender o que estava acontecendo. Procurou um canto para rezar e encontrou a catedral de portas abertas. Em adoração ao Santíssimo Sacramento, ela ouviu de Jesus novamente o chamado para que entrasse no convento. Diferentemente da vez anterior, ela decidiu partir sem perguntar a ninguém. Juntou poucas coisas e partiu com a roupa do corpo para seguir a ordem de Jesus.

Tempos depois, Helena Kowalska foi acolhida no convento das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia, em Varsóvia, no dia 01 de agosto de 1925, local onde recebeu o nome de irmã Maria Faustina. Para entrar, a madre a pediu que fosse até a capela falar com Jesus e saber se Ele a acolhia ali naquele lugar. Jesus disse à Santa Faustina: “Eu te aceito, tu estás no meu Coração”. Então, a madre apenas complementou: “Se o Senhor te aceitou, eu também te aceitarei” (Diário, 14).

Fonte: Misericordia.org

Horário de Missas

Comunidade Sede

Quartas - 19h
Sextas - 19h30
Domingos - 08h30 e 19h

Rádio Maristela


Mensagem do Pároco

Vídeos

Paróquia faz parceria com Rede Evangelizar e recebe doação de cestas básicas

Nossas Comunidades