Paróquia São José Operário

Diocese
Menu
Paróquia São José Operário
Paróquia São José Operário
A voz do Pároco › 05/09/2021

[A voz do Pároco] Sempre à caminho

Nesse primeiro domingo do mês de setembro, mês da bíblia, o evangelho é de Marcos 7, 31 – 37.
Esse texto nos traz quatro pontos:

  • Primeiro: Jesus que sempre está caminhando.
  • Segundo ponto: trouxeram-lhe um homem surdo.
  • Terceiro: Jesus cura o Homem surdo.
  • Quarto ponto é a fama de Jesus.

O primeiro ponto nos convida a ver esse Jesus que caminha de um lado para o outro, um Jesus que nunca está parado, estagnado, é a vida do Cristão. Nós, como seguidores de Cristo, nunca podemos dizer: “vou parar, estagnar aqui” .
Podemos sim, ter um momento de descanso, de férias, mas nunca parar, pois parar é “cessar” o movimento, parar enferruja e tudo que enferruja acaba.

Então meu irmão e minha irmã, como está a sua vida?
É uma vida de que caminha ou é uma vida parada, estagnada, sem movimento?
Aqui na nossa comunidade nós temos testemunhas que mesmo com a suas idades já avançadas não pararam de contribuir para o evangelho continuar agindo. Seu João Fagundes e Dona Olga que mesmo já com sua idade avançada e um pouco de dores no corpo não deixam o grupo de Cursilho parar. Sempre animam o seu pequeno grupo a continuar a se movimentar, a caminhar como Jesus caminha. Uma segunda testemunha que caminha como Jesus é Dona Nair Pacheco, que mesmo com sua dificuldade visual, continua como ministra, assim que pode leva Jesus Eucarístico aos doentes da sua redondeza. Ela podia muito bem dizer que tem problemas visuais e parar o movimento, mas não, está sempre disposta a levar Jesus a quem precisa.

Uma terceira pessoa é a Dona Rita Scheffer ou tia Rita da RCC como é conhecida também. Ela tem vários pinos em seu corpo, mas até hoje o grupo Menino Jesus de Praga continua em movimento porque ela não deixou parar, junto com a Tia Sueli e o tio Miro.
Novamente eu te pergunto, como é que está a sua vida? Você está em movimento ou parou? Não Pare. Essa é a ordem da Palavra de Deus.

Segundo Ponto: Um grupo trouxe um homem surdo, imaginemos agora se Jesus não estivesse caminhando, estivesse parado, esse homem não estaria curado, se os que trouxeram não estivessem caminhando, esse homem não estaria enxergando. Possamos ir até Jesus para ser curado da surdez que hoje está fazendo tantos irmãos nossos a pararem de caminhar, de ficar de pé, de Bem dizer o Senhor.
A nossa missão é conduzir os que precisam de cura a se encontrar com Jesus. Se hoje é você que precisa ser levado até Jesus, permita que a nossa comunidade paroquial te faça caminhar até Jesus. Se não é você, então leve aqueles que te preocupam, aqueles que te pedem oração. Tenha coragem de sempre ir ao encontro de Jesus por alguém ou por si, mas nunca pare porque se parar não haverá cura.
Terceiro ponto: Jesus cura o homem surdo, realizando algo semelhante em Genesis 2, Quando Deus pega barro e cria o ser humano, aqui também Jesus cuspiu e tocou na língua daquele homem. Parece que Marcos quer nos indicar algo sobre este sinal, fazer com que a língua se movimente e a outra é o que o Próprio Jesus diz, “Abra-te – isso é, movimenta o ouvido”. Tanto o ouvido quanto a língua precisavam movimentar-se naquele homem para que ele fosse curado. Em outras palavras tudo em nós não pode parar. Tem que estar em movimento como já disse lá no início: parou, enferrujou… enferrujar não movimenta mais.

Quarto ponto: depois da cura Jesus pediu que não contasse nada a ninguém, mas como não contar algo que impressionou os envolvidos, por isso que a notícia se espalha. Em outras palavras: movimentasse.
Parece algo contraditório, o não anunciar é querer que pare o anuncio da cura. A cura por si já coloca o fato em movimento e encaminha em saída. A vida que não sai é uma vida que já morreu e isso meu irmão e minha irmã é que Marcos quer nos ensinar, é estar sempre caminhando e em saída, possamos nesse mês da Bíblia aceitar o pedido do Papa Francisco: “Ter uma igreja em saída”. Uma igreja que está sempre em movimento, indo ao encontro de quem precisa de cura e salvação.

Que a nossa Paróquia com a proteção de São José Operário possa sempre estar na estrada em movimento para levar a Palavra que cura à todos que necessitam de cura.
À todos que estão desanimados, à todos que precisam de caminhar na vida.
A Palavra de Deus é uma palavra de libertação, uma palavra que nos coloca em movimento.

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.

Horário de Missas

Comunidade Sede

Quartas - 19h
Sextas - 19h30
Domingos - 08h30 e 19h

Rádio Maristela


Mensagem do Pároco

Vídeos

Paróquia faz parceria com Rede Evangelizar e recebe doação de cestas básicas

Nossas Comunidades